Newsletter

Receba novidades no seu e-mail


EDM - Electricidade de Moçambique
ÁREA DE SERVIÇO AO CLIENTE DA CIDADE DE MAPUTO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Endereço

Contactos

CENTRO DE SERVIÇO AO CLIENTE KA MPFUMO/KATEMBE

Av. Eduardo Mondlane, n 1352

(+258) 841455, 821455, 800145145

CENTRO DE SERVIÇO AO CLIENTE KA MAXAKENE

Av. Milagre Mabote, n 3660

(+258) 841455, 821455, 800145145

CENTRO DE SERVIÇO AO CLIENTE KA MAVOTA

Rua Cardeal Dom Alexandre

(+258) 841455, 821455, 800145145

CENTRO DE SERVIÇO AO CLIENTE KA MUBUKUANA/LHAMANKULO

Bairro Benfica/Av. de Moçambique

(+258) 841455, 821455, 800145145

CENTRO DE SERVIÇO AO CLIENTE DE KA GUAVA/MARRACUENE

Rua de Mueda, n 26

(+258) 841455, 821455,  800145145

 


 

Endereço

Contactos

CENTRO DE SERVIÇO AO CLIENTE  KA MPFUMO/KATEMBE

Av. Eduardo Mondlane, n 1352

(+258) 841455 (+258) 821455 (+258) 800145145



Endereço

Contactos

CENTRO DE SERVIÇO AO CLIENTE  KA MAXAKENE

Av. Milagre Mabote, n 3660

(+258) 841455 (+258) 821455 (+258) 800145145



Endereço

Contactos

CENTRO DE SERVIÇO AO CLIENTE  KA MAVOTA

Rua Cardeal Dom Alexandre

(+258) 841455 (+258) 821455 (+258) 800145145




Endereço

Contactos

CENTRO DE SERVIÇO AO CLIENTE  KA MUBUKUANA/LHAMANKULO

Bairro Benfica/Av. de Moçambique

(+258) 841455 (+258) 821455 (+258) 800145145




Endereço

Contactos

CENTRO DE SERVIÇO AO CLIENTE DE KA GUAVA/MARRACUENE

Rua de Mueda, n 26 21301274

(+258) 841455 (+258) 821455 (+258) 800145145

 
MENSAGEM DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO, POR OCASIÃO DO DIA DA FAMÍLIA E FIM-DE-ANO PDF Versão para impressão Enviar por E-mail


Maputo, 23 de Dezembro de 2016

Distintos Colegas,

O início de um novo ano é sempre uma altura de várias expectativas, em que se renovam esperanças e se projecta o futuro mais próximo.
É natural que assim seja. Vivemos uma época festiva caracterizada por valores essenciais que é urgente cultivar e prolongar para além desta quadra natalícia.

Ano novo, vida nova, é o que se costuma dizer nesta altura, em que cada um olha para trás numa perspectiva de balanço e traça objectivos para os tempos mais próximos. Quero, antes de fazer este exercício de reflexão sobre o nosso trabalho durante este ano, endereçar, em meu nome e em nome dos colegas do Conselho de Administração, votos de um Natal Feliz e um Ano Novo Próspero a todos os Trabalhadores da EDM e suas famílias, colaboradores, reformados e parceiros desta grande Empresa que é a Electricidade de Moçambique, E. P. (EDM).

O ano que finda, tendo sido difícil, também foi repleto de factos e realizações que ficam como testemunhos da determinação da EDM em prosseguir um percurso que tem o sucesso como objectivo. Será um ano que ficará indelevelmente registado como aquele em que a EDM deu passos bastante firmes rumo à sua transformação em Empresa de referência regional.

Em Junho, lançamos o primeiro Código de Ética da história da EDM, um instrumento normativo indispensável no processo de transformação em curso na nossa Empresa e que nos equipa para integrarmos a prática global orientada para uma excelente execução e produção de resultados, boa conduta e boas práticas no desenvolvimento do nosso negócio. Estamos completamente convencidos que este procedimento vai-nos ajudar a devolver e a consolidar o estatuto, orgulho e prestígio da EDM no contexto nacional e regional.

No entanto, feito mais importante ainda viria a realizar-se no mês seguinte de Julho. Pela primeira vez na História do nosso País, uma empresa pública realizou um concurso público internacional para a selecção dos seus Administradores Executivos. Este acto, que nos regozija bastante, enquadra-se nos nossos grandes esforços no sentido de termos uma empresa moderna, com padrões de excelência, liderança e rumo à referência regional.

Dentro de pouco, vamos dar a conhecer a todos os Colegas, a nova Estrutura Orgânica da EDM, o que dará lugar à extensão do concurso público para a selecção de Directores nas várias Unidades Orgânicas. O nosso único espírito é ter os melhores a dirigirem a nossa Empresa; é dar oportunidade a todos aqueles, de entre nós, que sentem que têm contributo valioso para catapultar o nosso desiderato comum.

Muito recentemente, fomos agraciados com a distinção de melhor empresa moçambicana na categoria de maior variação do volume de negócios, entre as 100 maiores empresas de Moçambique, um ranking organizado pela mundialmente prestigiada firma KPMG. Esta premiação é produto do esforço, trabalho árduo, entrega, sacrifício e inteligência dos Trabalhadores da EDM.

Caros e Distintos Colegas,

Além destes feitos apontados, os resultados e os factos deixam-nos optimistas: registamos um aumento do número total dos nossos clientes para 1,512,117, contra os 1,450,953 registados em 2015, tendo sido feitas mais de 70,000 novas ligações. Em resultado destes números, conseguimos atingir uma Taxa de Electrificação de 26.4%, contra 25.9% em 2015; a ponta integrada situa-se nos 880MW contra os 875MW registados em 2015, enquanto que a Energia Total Facturada situa-se nos 5,388GWh, contra os 4,769GWh registados em 2015.

São, sem dúvida, sinais positivos mas que não chegam para omitir a realidade de pobreza em que vive a maioria da nossa população e que, por isso, merecem permanentemente uma atenção especial da nossa Empresa que tem como desafio principal ser o factor dinamizador da economia do nosso País e, por essa via, minorar o sofrimento do povo.
É preciso que o crescimento visível que a EDM registou nos últimos anos se traduza, de uma vez por todas, em melhorias concretas da vida da população que, em pleno século XXI, continua a viver no limiar das condições mínimas de sobrevivência, o que não pode deixar ninguém indiferente ou de braços cruzados. A nossa ambição, que já é meta, é levar a energia eléctrica a TODO O MOCAMBICANO ATÉ AO ANO 2030. Estamos certos e muito seguros que vamos conseguir, sobretudo, porque contamos com o apoio de todos os Trabalhadores da EDM!

Caros Colegas,

O ano de 2016 foi, a nível internacional, um ano extremamente difícil. A crise económica internacional é um factor que exige prudência na gestão das expectativas, na construção de cenários e nas mais variadas opções estratégicas.

Por esse motivo, iniciamos um processo de transformação interna que deve ser abraçado com firmeza e determinação por todos nós, conferindo ao nosso trabalho o cunho profissional, moderno, eficiente, rentável e de referência internacional. É um processo longo e doloroso, mas estou convencido que podemos vencer.

A profunda transformação por que temos vindo a passar, derivada da necessidade da reconfiguração das nossas actividades no domínio da energia eléctrica, vem aumentar, ainda mais, o desafio que se nos coloca e acrescer a nossa responsabilidade para com a electrificação do País.

De qualquer forma, julgamos que estamos em condições para “disputarmos” por uma presença maior no mercado global, em parte, pelo excelente capital humano que continuamos a deter e pelo esforço que temos vindo a envidar para o desenvolvimento das competências de gestão desse capital nos diversos níveis, desde o operacional ao estratégico.

Distintos Colegas,

No ano que está prestes a começar, vamos celebrar os 40 anos de existência desta grande Empresa. A EDM começou como uma amálgama de várias pequenas empresas e hoje tornou-se nesta grandiosa companhia, por ventura a maior do País, porquanto presente em todas as sedes distritais, em vários postos administrativos e agora a caminho de localidades.

Queremos celebrar os 40 anos destes sucessos de forma emblemática, mas menos onerosa. Criámos uma comissão que vai coordenar a organização das actividades e dos eventos relativos à efeméride. Cada um de vós pode propor actividades sustentáveis a serem realizadas no âmbito das celebrações.

Espero que todos vocês aceitem o desafio e se empenhem, para além da actividade normal, em desenvolver acções de vária índole que irão trazer à vista de todos, a elevada qualidade e dedicação da Empresa no desenvolvimento nacional e o cometimento de todos os trabalhadores na execução das suas obrigações.

Distintos Colegas,

Para terminar gostaria de garantir que, da nossa parte, continuaremos a fazer o que se espera de nós, procurando encontrar as melhores soluções para os desafios que enfrentamos. Temos consciência de que o nosso sector, devido à sua dimensão estratégica, constitui uma das alavancas de crescimento e desenvolvimento real e sustentável de Moçambique.

Contamos com o vosso indispensável esforço, com o vosso trabalho, com a vossa inteligência e entrega para fazermos de 2017 um ano melhor que este que termina.

Nesta quadra festiva, o Conselho de Administração deseja a todos os Trabalhadores, Colaboradores e Reformados da EDM, um Ano Novo Muito Próspero!

FESTAS FELIZES!


40 Anos Iluminando o Caminho da Transformação


_________________________
Mateus Magala
Presidente
 
ÁREAS DE SERVIÇO AO CLIENTE DO NORTE DO PAIS PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Endereço

Contactos

ÁREA DE SERVIÇO AO CLIENTE DE NAMPULA Rua 3 de Fevereiro, n° 022

(+258) 841455, 821455, 800145145

ÁREA DE SERVIÇO AO CLIENTE DE NACALA Rua da Direcção de trabalho, ao lado do Restaurante Baia Azul

(+258) 841027782, 269 12257, 829957978

ÁREA DE SERVIÇO AO CLIENTE DE LICHINGA Av. FPLM/Av. do Trabalho, antiga Central Eléctrica de Lichinga

(+258) 843890748

ÁREA DE SERVIÇO AO CLIENTE DE PEMBA Av. Josina Machel, antiga Central Eléctrica de Pemba

(+258) 823827974, 847447155

ÁREA DE SERVIÇO AO CLIENTE DE ANGOCHE Rua dos Continuadores, próximo da Escola Secundária de Angoche

(+258) 26720526

ÁREA DE SERVIÇO AO CLIENTE DE CUAMBA

Av. 3 de Fevereiro, antiga Central Eléctrica de Cuamba

(+258)  843890749

Endereço

Contactos

ÁREA DE SERVIÇO AO CLIENTE DE NAMPULA Rua 3 de Fevereiro, n° 022

(+258) 841455, 821455, 800145145

ÁREA DE SERVIÇO AO CLIENTE DE NACALA Rua da Direcção de trabalho, ao lado do Restaurante Baia Azul

(+258) 841027782, 269 12257, 829957978

ÁREA DE SERVIÇO AO CLIENTE DE LICHINGA Av. FPLM/Av. do Trabalho, antiga Central Eléctrica de Lichinga

(+258) 843890748

ÁREA DE SERVIÇO AO CLIENTE DE PEMBA Av. Josina Machel, antiga Central Eléctrica de Pemba

(+258) 823827974, 847447155

ÁREA DE SERVIÇO AO CLIENTE DE ANGOCHE Rua dos Continuadores, próximo da Escola Secundária de Angoche

(+258) 26720526

ÁREA DE SERVIÇO AO CLIENTE DE CUAMBA

Av. 3 de Fevereiro, antiga Central Eléctrica de Cuamba

(+258)  843890749

 
REMARCAÇÃO DA REUNIÃO DE CONSULTA PÚBLICA PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

REMARCAÇÃO DA REUNIÃO DE CONSULTA PÚBLICA

PROJECTO   DE EMERGÊNCIA –REABILITAÇÃO DA  REDE DE DISTRIBUIÇÃO  DA CIDADE

DE NAMPULA E MONTAGEM   DE  UMA SUBESTAÇÃO  EM ANCHILO

A Electricidade de Moçambique, E.P. (EDM) pretende requerer a Licença Ambiental para o Projecto  de Emergência que inclui a Reabilitação da rede de distribuição de energia na cidade de Nampula e a construção de uma nova subestação em Anchilo, ao longo da linha de Transporte de Energia para Nacala, que fica a cerca de trinta quilómetros da Cidade de Nampula, na perspectiva de a assegurar um fornecimento de energia  fiável  à  Cidade de Nampula e arredores.

 

O Proponente do Projecto é a EDM na qualidade de Empresa que explora os Serviços de Produção, Transporte, Distribuição e Comercialização de energia eléctrica no território nacional.

 

Para efeitos da realização da Avaliação de Impacto Ambiental (AIA) as empresas de consultoria EREL, Lda  e EIA & Services, Lda, representam a EDM para dar seguimento ao Estudo ora em menção. O projecto enquadra-se nos esforços da EDM de melhorar a qualidade e a fiabilidade dos serviços de energia que presta à sociedade e aumentar o nível de acesso.

 

Este projecto foi classificado pelo Ministério da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural (MITADER) como sendo de Categoria B, pelo que deve ser submetido a uma Estudo Ambiental Simplificado (EAS)  e passível à consulta publica.

 

No âmbito do processo de Participação Pública, considerado parte integrante do EAS e para efeitos de apresentação dos Termos de Referência ao MITADER, segundo rezam as normas Ambientais, duas consultas públicas haviam sido marcadas para os dias 29 (em Anchilo) e 30 de Setembro (na Cidade de Nampula)  de 2016 e depois adiadas. Assim essas consultas são remarcadas para as seguintes datas:

No

Local

Data

Hora

1.

Posto Administrativo de Anchilo

03 de Novembro de 2016

09.00 Horas

2.

Sala de Conferencias da Direcção Provincial da Agricultura

04 de Novembro de 2016

09.00 Horas

 

 

Informa-se que depois da consulta pública os interessados têm 15 dias para apresentarem os seus comentários nos seguintes endereços:

 

Em Maputo:

Direcção Nacional do Ambiente, Av. Acordos de Lusaka, nº 2115

EREL, Lda - Rua Daniel Malinda (R.1.101) Nº 68, Bairro Central, Maputo

EIA & Services, Lda, Avenida Karl Marx, 799, 2º Andar, Flat 3, Maputo

EDM- Direcção de Planeamento e Sistema, AV. Filipe Samuel Magaia, nr 368-Maputo

 

Em Nampula:

Direcção Provincial da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural,  de Nampula, Av. do Trabalho – Cidade de Nampula

Direcção Provincial dos Recursos Minerais e Energia de Nampula,  – Cidade de Nampula

EDM – Área de Serviço ao Cliente de Nampula, Nampula

 

Para quaisquer esclarecimentos, queira por favor contactar   EREL, Lda  pelo Telefax: (+258) 21 321258  ou Telemóveis  (+258) 82 9846436   e     (+258) 84 3664335 ou  EIA & Services, Lda  (+258) 823929913 e (+258) 846806106

 

 

Maputo, 24 de Outubro de 2016

 

 
Doutora Maria de Fátima Serra Ribeiro Arthur PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
 Administradora Executiva

 Pelouro de Pessoal e Serviços Corporativos

 

Qualificações Académicas
2009 - PhD em Engenharia Mecânica, Universidade Colorado State, USA.
1993 - Mestrado em Engenharia Mecânica (MPhil), Universidade de Sheffield, UK.
1985 - Licenciatura em Engenharia Mecânica (Lic), Universidade Eduardo Mondlane

Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Página 6 de 33